Resolvi falar deste arroz porque… eu quis falar! Ele é diferente. Seus grãos são escuros (marrons e pretos) e mais comprido, chega ser até três vezes maior que o do arroz comum e o mais incrível é o aroma que ele tem parecido com ervas. São grãos que germinam em água, e grande parte dos produtores durante a colheita, que ocorre em setembro, fazem com canoas, igual os índios faziam! Incrível né…?